Ultrassonografia

Veja as especialidades atendidas pela Climed Clínica Médica.

Nos últimos 10 anos a CLIMED ampliou a prestação de serviços médicos , criando o setor de diagnósticos por imagem.

Com médicos especializados em todas as áreas da Ultrassonografia , hoje realizamos todos os tipos de exames desde os mais básicos aos mais específicos.

O Exame

A ultrassonografia Obstétrica é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização do feto, posição do bebê, peso fetal, placenta e seu aspecto, quantidade de líquido amniótico e  presença de batimentos cardíacos fetais.

A ultrassonografia não emite radiação ionizante, sendo totalmente segura em gestantes.

 

Preparo

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • É recomendável que você se alimente (lanche ou refeição) de 30 a 60 minutos antes da hora agendada para o exame, pois o feto torna-se mais ativo, facilitando sua avaliação.
  • Caso tenha exames anteriores pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

O Exame

Ultrassonografia Obstétrica com Doppler é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização do feto, placenta , avaliação da idade gestacional através da biometria, crescimento fetal, vitalidade fetal, apresentação fetal e avaliar o volume de líquido amniótico, a localização da placenta, vasos maternos (artérias uterinas) e fetais (artéria cerebral média e ducto venoso).
Associados ao Doppler Colorido, os estudos ultrassonográficos agregam um elemento dinâmico ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica corporal, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional.
Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha. Esta imagem em cores sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue.
A ultrassonografia não emite radiação ionizante, sendo totalmente segura em gestante.

 

Preparo

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Procure usas roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • É recomendável que você se alimente (lanche ou refeição) de 30 e 60 minutos antes da hora agendada para o exame, pois o feto torna-se mais ativo, facilitando a sua avaliação.
  • Caso tenha exames anteriores desta gestação, pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores é fundamental para avaliar o crescimento fetal.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um médicos da equipe. Estamos à disposição para qualquer esclarecimento.

O exame

Este exame é realizado por ultrassonografia, no 1º trimestre de gestação (Entre a 11ª e 14ª de Gestação).

A ultrassonografia não emite radiação ionizante, sendo totalmente segura em gestantes.

O Morfológico de 1º Trimestre permite verificar a existência de qualquer alteração que possa comprometer o desenvolvimento da gestação. Por meio da avaliação da translucência nucal e de outros marcadores do primeiro trimestre é possível quantificar e estimar o risco individual para cromossomopatias, como Síndrome de Down, Síndrome de Edwards e Síndrome de Patau.

 

Preparo

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Exame realizado no 1º trimestre de gestação.
  • É recomendável que você se alimente (lanche ou refeição) de 30 a 60 minutos antes da hora agendada para o exame, pois o feto torna-se mais ativo, facilitando a sua avaliação.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores desta gestação, pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores é fundamental para avaliar o crescimento fetal.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

O exame

Este exame é realizado por ultrassonografia, preferencialmente entre 20 e 24 semanas de gestação.

A ultrassonografia não emite radiação ionizante, sendo totalmente segura em gestantes.

Nesta fase pode-se avaliar a morfologia e o aspecto da anatomia fetal, que é medido e documentado.

 

Preparo

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Exame realizado nos 2º trimestre de gestação.
  • É recomendável que você se alimente (lanche ou refeição) de 30 a 60 minutos antes da hora agendada para o exame, pois o feto torna-se mais ativo, facilitando a sua avaliação.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores desta gestação, pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores é fundamental para avaliar o crescimento fetal.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A ultrassonografia Obstétrica transvaginal é utilizada para avaliação do embrião, esclarecer se a gravidez é intrauterina, confirmar o número de conceptos , usar de referência para datação da gestação e verificar vitalidade do embrião.

 

Preparo para a Ultrassonografia Obstétrica Inicial (Transvaginal)

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

Este exame é realizado por ultrassonografia para avaliação do útero, ovários, endométrio e regiões anexiais.
É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

 

Preparo para a Ultrassonografia Transvaginal

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.


Ultrassom com Doppler Colorido Transvaginal

A Ultrassonografia com Doppler Colorido Transvaginal é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesões dos órgãos pélvico.( Útero, ovários, artérias uterinas e artérias ovarianas).

O uso do Doppler colorido é utilizado para medidas de fluxo das artérias uterinas e ovarianas e avaliar o padrão vascular de massas pélvicas.

 

Preparo para Ultrassonografia com Doppler Colorido Transvaginal

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

O Exame

A ultrasonografia 4D pode ser realizada em qualquer fase da gestação. Entretanto é importante informar que, dependendo da idade gestacional, a imagem que iremos obter é diferente. Por exemplo, imagens em fases iniciais da gestação irão mostrar o corpo do feto inteiro, mas não conseguirão ver pequenos detalhes pois o bebê ainda é extremamente pequeno. Próximo a 20 semanas de gestação já é possível conseguir algumas imagens da face, entretanto elas ainda não são muito bonitas pois nesta fase o feto ainda tem pouco tecido gorduroso, portanto a imagem é praticamente o esqueleto do feto. As melhores imagens da face são obtidas entre 26 a 29 semanas de gestação, pois neste período o feto já tem uma boa quantidade de tecido gorduroso em baixo da pele e ainda tem bastante líquido (o que é extremamente necessário para formação de imagens nítidas). Após 30 semanas podemos eventualmente obter imagens boas, entretanto isto torna-se muito difícil pois o espaço dentro do útero acaba tornando-se reduzido e o rosto fica a maior parte do tempo encoberto. Por isso nós recomendamos que você planeje a realização do exame entre 26 a 29 semanas de gestação.

 

Preparo

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia das Mamas é um importante método auxiliar no diagnóstico das lesões e/ou alterações mamárias.

Ela é o principal exame complementar à mamografia.

O exame ultrassonográfico informa sobre o estado da pele e dos tecidos subcutâneo, fibroglandular e muscular posterior.

Seus melhores resultados são obtidos em mamas muito densas (mulheres jovens), que por suas características podem “esconder” uma lesão.

Este método é indicado ainda na diferenciação de lesões sólidas e líquidas (cistos), em processos inflamatórios e na monitoração de biópsias e punções aspirativas.

 

Preparo para a Ultrassonografia

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores de mamografia, ultrassonografia e ressonância magnética das mamas, pedimos a gentileza de trazê-los. Se você já realizou biópsia de mama, traga também o resultado do estudo anatomopatológico e o exame que orientou o procedimento. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

Se o seu exame físico e/ou os diagnósticos por imagem mostrarem uma área suspeita na mama, seu médico pode indicar uma biópsia. Isto não significa necessariamente a presença de tumores malignos.

A biópsia de mama pode ser realizada ambulatorialmente, sem internação e sem pontos, apenas com anestesia local. É o que chamamos de biópsia minimamente invasiva. A biópsia de mama ambulatorial pode ser feita por dois métodos: Core Biopsy ou Mamotomia (Biópsia Percutânea Assistida a Vácuo), ambos guiados por ultrassonografia ou por estereotaxia. A escolha do método dependerá do padrão da lesão.

 

Preparo para a Biópsia de Mama

  • Pedimos a gentileza de trazer exames anteriores de mamografia e ultrassonografia das mamas – principalmente o exame que indicou o procedimento – para que se faça uma avaliação.
  • Caso você já tenha realizado biópsia de mama, traga também o resultado do estudo anatomopatológico e o exame que orientou o procedimento.
  • Ressaltamos que estamos à sua disposição para esclarecer qualquer dúvida.

As punções são realizadas para diagnóstico de doenças, lesões e/ou alterações orgânicas, desde as mais simples até as mais complexas. O procedimento consiste na remoção de uma amostra de células do organismo. Após a coleta, o material é identificado e enviado para a análise microscópica, que é realizada por um especialista – o patologista -, médico responsável pela análise citopatológica e pelo laudo que, na maioria das vezes, define o diagnóstico final.

A Punção Aspirativa por Agulha Fina (PAAF) de mama consiste na aspiração de pequenas amostras líqüidas ou sólidas de nódulos. A punção é praticamente indolor e pode ser realizada com auxílio da ultrassonografia, se a lesão não for palpável. Este método apresenta como vantagem a possibilidade de se realizar a punção em movimentos multidirecionais.

 

Preparo e orientações para PAAF de Mama guiada por Ultrassonografia:

  • Pedimos a gentileza de trazer exames anteriores de mamografia e ultrassonografia das mamas – principalmente o exame que indicou o procedimento – para que se faça uma avaliação. Caso você já tenha realizado este tipo de punção traga também o resultado do estudo citológico e o exame que orientou a punção.

As punções são realizadas para diagnóstico de doenças, lesões e/ou alterações orgânicas, desde as mais simples até as mais complexas. O procedimento consiste na remoção de uma amostra de células do organismo. Após a coleta, o material é identificado e enviado para a análise microscópica, que é realizada por um especialista (patologista), médico responsável pela análise citopatológica e pelo laudo que, na maioria das vezes, define o diagnóstico final.

A Punção Aspirativa por Agulha Fina (PAAF) consiste na aspiração de pequenas amostras líquida ou sólida do nódulo. A punção é praticamente indolor e será orientada por ultrassonografia. Este método apresenta como vantagem a possibilidade de se realizar a punção em movimentos multidirecionais.

 

Preparo e orientações para PAAF de Tireóide guiada por Ultrassonografia:

  • Pedimos a gentileza de trazer exames anteriores da região a ser examinada – principalmente o exame que indicou o procedimento – para que se faça uma avaliação. Caso você já tenha realizado este tipo de punção, traga também o resultado do estudo citológico e o exame que orientou o procedimento.
  • A avaliação será feita por um médico especialista, que lhe explicará detalhadamente como será realizado o procedimento, o respectivo preparo, as restrições e as orientações necessárias, esclarecendo eventuais dúvidas que possam surgir.

A Ultrassonografia de Tireóide (US de tireóide) é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesões que possam ocorrer nessa região, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas.

É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

 

Preparos para a Ultrassonografia de Tireóide

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

 

Ultrassonografia com Doppler Colorido de Tireóide

A Ultrassonografia com Doppler Colorido de Tireóide aliou uma técnica não invasiva, que é a ultrassonografia, com as informações sobre a tireóide e seu respectivo fluxo sanguíneo, introduzindo um elemento dinâmico nos estudos ultrassonográficos ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica da área examinada, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional.

Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha.

Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue.

É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

 

Preparo para a Ultrassonografia com Doppler Colorido de Tireóide

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A ultrassonografia de pescoço é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesão dos órgãos e estruturas dessa região (tireoide, glândulas salivares e cadeias linfonodais cervicais).

É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

 

Preparo para a Ultrassonografia de Pescoço

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia da Bolsa Escrotal é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações da bolsa escrotal e dos testículos. A ultrassonografia tem se mostrado um método de alta sensibilidade para o diagnóstico das patologias que incidem sobre essa região, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas.

É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

 

Preparo para a Ultrassonografia da Bolsa Escrotal

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento

 

Ultrassom com Doppler Colorido da Bolsa Escrotal

 

Ultrassonografia com Doppler Colorido da Bolsa Escrotal aliou uma técnica não invasiva, que é a ultrassonografia, com as informações sobre a região escrotal e seu respectivo fluxo sanguíneo, introduzindo um elemento dinâmico nos estudos ultrassonográficos ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica da área examinada, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional. Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha.

Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue.

É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação, e não apresenta efeitos colaterais.

 

Preparo para a Ultrassonografia com Doppler Colorido de Bolsa Escrotal

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.
A Ultrassonografia de Próstata por Via Transretal é um procedimento que se beneficia da menor distância entre o transdutor e a próstata, o que facilita a perfeita visualização, identificação e caracterização das alterações e/ou lesões que possam ocorrer nessa região, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Em tese, o exame por via transretal dispensa a repleção da bexiga, mas no geral, para que se obtenha um diagnóstico mais preciso, incluindo a avaliação da bexiga, este procedimento é precedido de uma investigação por via abdominal. Por esta razão, a repleção da bexiga é essencial, pois desloca as alças intestinais e atua como uma janela para a transmissão das ondas ultrassônicas, facilitando a visualização e avaliação da área a ser examinada. Tão logo essa investigação tenha sido concluída, a bexiga é esvaziada para que se proceda ao exame por via transretal.

Preparo para a Ultrassonografia Pélvica Masculina (Próstata) por Via Transretal

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

Ultrassonografia Pélvica Masculina (Próstata) por Via Abdominal

A Ultrassonografia de Próstata por Via Abdominal (suprapúbica) é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesões da bexiga, próstata e vesículas seminais, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Para este exame a repleção da bexiga é essencial, pois desloca as alças intestinais e atua como uma janela para a transmissão das ondas ultrassônicas, facilitando a visualização e avaliação da área a ser examinada.

Preparo para a Ultrassonografia Pélvica Masculina (Próstata) por Via Abdominal

Este exame necessita de preparo prévio.
  • Para realizar este exame você deverá tomar água ou outro tipo de líquido não gasoso, observando as seguintes orientações:
    1. – de três a 10 anos: beber de três a quatro copos de água 1 hora antes do exame;
    2. – acima de 10 anos: beber quatro copos de água 1 hora antes do exame.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.
A Ultrassonografia de Abdômen Total é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações do fígado, da vesícula biliar, dos rins, do pâncreas, da bexiga, dos grandes vasos, do retroperitônio e, eventualmente, do trato gastrointestinal, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Além do jejum – necessário porque evita que a vesícula biliar se esvazie e permite avaliar de forma adequada órgãos mais profundos – a repleção da bexiga também é essencial, pois desloca as alças intestinais e atua como uma janela para a transmissão das ondas ultrassônicas, facilitando a visualização e avaliação dos órgãos e estruturas da região abdominal.

Preparo para a Ultrassonografia de Abdômen Total

Este exame necessita de preparo prévio.
  • Para a realização deste exame será necessário jejum, conforme as seguintes orientações:
    1. – até dois anos de idade: jejum de 3 horas;
    2. – de dois a cinco anos de idade: jejum de 4 horas;
    3. – de cinco a 12 anos de idade: jejum de 6 horas;
    4. – acima de 12 anos: jejum de 8 horas.
  • Não há necessidade da suspensão de medicações, contanto que sejam tomadas com água. Mesmo que você já tenha feito cirurgia da vesícula o jejum continua sendo obrigatório.
  • Para a repleção da bexiga você deverá tomar água ou chá, observando as seguintes orientações:
    1. – menores de três anos: ingerir uma mamadeira de água ou chá ou dois copos de água 30 minutos antes do exame;
    2. – de três a 10 anos: beber de três a quatro copos de água 1 hora antes do exame;
    3. – acima de 10 anos: beber quatro copos de água 1 hora antes do exame.
  • Caso tenha alguma dificuldade na ingestão ou na retenção do líquido, deixe para beber a água na clínica. Para isso, chegue com 30 minutos de antecedência.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.


Ultrassonografia de Abdômen Superior

A Ultrassonografia de Abdômen Superior é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações do fígado, pâncreas, vesícula biliar, vias biliares, baço, aorta e veia cava inferior, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Para a realização desse exame é necessário o jejum porque evita que a vesícula biliar se esvazie e permite avaliar de forma adequada órgãos mais profundos, como o pâncreas e a aorta.

Preparo para a Ultrassonografia de Abdômen Superior

Este exame necessita de preparo prévio.
  • Para a realização deste exame será necessário jejum, conforme as seguintes orientações:
    1. – até dois anos de idade: jejum de 3 horas;
    2. – de dois a cinco anos de idade: jejum de 4 horas;
    3. – de cinco a 12 anos de idade: jejum de 6 horas;
    4. – acima de 12 anos: jejum de 8 horas.
  • Não há necessidade da suspensão de medicações, contanto que sejam tomadas com água. Mesmo que você já tenha feito cirurgia da vesícula o jejum continua sendo obrigatório.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia com Doppler Colorido de Carótidas e Vertebrais aliou uma técnica não invasiva, que é a ultrassonografia, com as informações sobre as carótidas e seu respectivo fluxo sanguíneo, introduzindo um elemento dinâmico nos estudos ultrassonográficos ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica da área examinada, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional.

Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha.

Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue.

É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

 

Preparo para a Ultrassonografia

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.
A Ultrassonografia de Rins e Vias Urinárias é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesões que possam ocorrer nessa região, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Para este exame a repleção da bexiga é essencial, pois desloca as alças intestinais e atua como uma janela para a transmissão das ondas ultrassônicas, facilitando a visualização e avaliação da área a ser examinada.

Preparo para a Ultrassonografia

Para realizar este exame você deverá tomar água ou outro tipo de líquido não gasoso, observando as seguintes orientações:
  • menores de três anos: ingerir uma mamadeira de água ou chá ou dois copos de água 30 minutos antes do exame;
  • de três a 10 anos: beber de três a quatro copos de água 30 minutos antes do exame;
  • acima de 10 anos: beber quatro copos de água 1 hora antes do exame.
  • Caso tenha alguma dificuldade na ingestão ou na retenção do líquido, deixe para beber a água na clínica. Para isso chegue com 1 hora de antecedência.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A ultrassonografia da região inguinal é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesões que possam ocorrer nessa região, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas.
É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

 

Preparo para a Ultrassonografia da Região Inguinal

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia com Doppler Venoso/Arterial de Membros Superiores e Inferiores
aliou uma técnica não invasiva, que é a ultrassonografia, com as informações sobre essa região e seu respectivo fluxo sanguíneo, introduzindo um elemento dinâmico nos estudos ultrassonográficos ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica da área examinada, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional.
Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha. Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue.
É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

 

Preparo para a Ultrassonografia com Doppler Colorido Venoso/Arterial de Membros Superiores e Inferiores

Este exame não necessita de preparo prévio.

  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia com Doppler Colorido das Artérias Renais aliou uma técnica não invasiva, que é a ultrassonografia, com as informações sobre as artérias renais e seu respectivo fluxo sanguíneo, introduzindo um elemento dinâmico nos estudos ultrassonográficos ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica da área examinada, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional.

Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha.

Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

Para este exame é necessário jejum, para que se possa avaliar de forma adequada estruturas mais profundas, como as artérias renais, o pâncreas e a aorta.

 

Preparo para a Ultrassonografia com Doppler Colorido de Artérias Renais

Este exame necessita de preparo prévio.

  • Para a realização deste exame será necessário jejum de oito horas. Não há necessidade da suspensão de medicações, contanto que sejam tomadas com água.
  • Na véspera do exame tomar 35 gotas de luftal de 8/8horas, no dia do exame 1 hora antes, o paciente devera tomar 60 gotas de luftal.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia com Doppler Colorido de Aorta e Ilíacas aliou uma técnica não invasiva, a ultrassonografia, com as informações sobre as artérias aorta e ilíacas e seu respectivo fluxo sanguíneo, introduzindo um elemento dinâmico nos estudos ultrassonográficos ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica da área examinada, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional.

Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha.

Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue.

É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

Para este exame é necessário jejum, para que se possa avaliar de forma adequada estruturas mais profundas.

 

Preparo para a Ultrassonografia com Doppler Colorido de Aorta e Ilíacas

Este exame necessita de preparo prévio.

  • Para a realização deste exame será necessário jejum de oito horas. Não há necessidade da suspensão de medicações, contanto que sejam tomadas com água.
  • Na véspera do exame tomar 35 gotas de Simeticona (75mg/ml) de 8/8horas. No dia do exame 1 hora antes, o paciente devera tomar 60 gotas de Simeticona (75mg/ml).
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

O Exame

A ultrassonografia Obstétrica é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização do feto, posição do bebê, peso fetal, placenta e seu aspecto, quantidade de líquido amniótico e presença de batimentos cardíacos fetais. A ultrassonografia não emite radiação ionizante, sendo totalmente segura em gestantes.

Preparo

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • É recomendável que você se alimente (lanche ou refeição) de 30 a 60 minutos antes da hora agendada para o exame, pois o feto torna-se mais ativo, facilitando sua avaliação.
  • Caso tenha exames anteriores pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais. Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe.
  • Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

O Exame

Ultrassonografia Obstétrica com Doppler é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização do feto, placenta , avaliação da idade gestacional através da biometria, crescimento fetal, vitalidade fetal, apresentação fetal e avaliar o volume de líquido amniótico, a localização da placenta, vasos maternos (artérias uterinas) e fetais (artéria cerebral média e ducto venoso). Associados ao Doppler Colorido, os estudos ultrassonográficos agregam um elemento dinâmico ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica corporal, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional. Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha. Esta imagem em cores sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue. A ultrassonografia não emite radiação ionizante, sendo totalmente segura em gestante.

Preparo

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usas roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • É recomendável que você se alimente (lanche ou refeição) de 30 e 60 minutos antes da hora agendada para o exame, pois o feto torna-se mais ativo, facilitando a sua avaliação.
  • Caso tenha exames anteriores desta gestação, pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores é fundamental para avaliar o crescimento fetal.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um médicos da equipe. Estamos à disposição para qualquer esclarecimento.

O Exame

Este exame é realizado por ultrassonografia, no 1º trimestre de gestação (Entre a 11ª e 14ª de Gestação). A ultrassonografia não emite radiação ionizante, sendo totalmente segura em gestantes. O Morfológico de 1º Trimestre permite verificar a existência de qualquer alteração que possa comprometer o desenvolvimento da gestação. Por meio da avaliação da translucência nucal e de outros marcadores do primeiro trimestre é possível quantificar e estimar o risco individual para cromossomopatias, como Síndrome de Down, Síndrome de Edwards e Síndrome de Patau.

Preparo

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Exame realizado no 1º trimestre de gestação.
  • É recomendável que você se alimente (lanche ou refeição) de 30 a 60 minutos antes da hora agendada para o exame, pois o feto torna-se mais ativo, facilitando a sua avaliação.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores desta gestação, pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores é fundamental para avaliar o crescimento fetal.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

O Exame

Este exame é realizado por ultrassonografia, preferencialmente entre 20 e 24 semanas de gestação. A ultrassonografia não emite radiação ionizante, sendo totalmente segura em gestantes. Nesta fase pode-se avaliar a morfologia e o aspecto da anatomia fetal, que é medido e documentado.

Preparo

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Exame realizado nos 2º trimestre de gestação.
  • É recomendável que você se alimente (lanche ou refeição) de 30 a 60 minutos antes da hora agendada para o exame, pois o feto torna-se mais ativo, facilitando a sua avaliação.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores desta gestação, pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores é fundamental para avaliar o crescimento fetal.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A ultrassonografia Obstétrica transvaginal é utilizada para avaliação do embrião, esclarecer se a gravidez é intrauterina, confirmar o número de conceptos , usar de referência para datação da gestação e verificar vitalidade do embrião.

Preparo para a Ultrassonografia Obstétrica Inicial (Transvaginal)

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

Este exame é realizado por ultrassonografia para avaliação do útero, ovários, endométrio e regiões anexiais. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

Preparo para a Ultrassonografia Transvaginal

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.


Ultrassom com Doppler Colorido Transvaginal

A Ultrassonografia com Doppler Colorido Transvaginal é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesões dos órgãos pélvico.( Útero, ovários, artérias uterinas e artérias ovarianas). O uso do Doppler colorido é utilizado para medidas de fluxo das artérias uterinas e ovarianas e avaliar o padrão vascular de massas pélvicas.

Preparo para Ultrassonografia com Doppler Colorido Transvaginal

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

O Exame

A ultrasonografia 4D pode ser realizada em qualquer fase da gestação. Entretanto é importante informar que, dependendo da idade gestacional, a imagem que iremos obter é diferente. Por exemplo, imagens em fases iniciais da gestação irão mostrar o corpo do feto inteiro, mas não conseguirão ver pequenos detalhes pois o bebê ainda é extremamente pequeno. Próximo a 20 semanas de gestação já é possível conseguir algumas imagens da face, entretanto elas ainda não são muito bonitas pois nesta fase o feto ainda tem pouco tecido gorduroso, portanto a imagem é praticamente o esqueleto do feto. As melhores imagens da face são obtidas entre 26 a 29 semanas de gestação, pois neste período o feto já tem uma boa quantidade de tecido gorduroso em baixo da pele e ainda tem bastante líquido (o que é extremamente necessário para formação de imagens nítidas). Após 30 semanas podemos eventualmente obter imagens boas, entretanto isto torna-se muito difícil pois o espaço dentro do útero acaba tornando-se reduzido e o rosto fica a maior parte do tempo encoberto. Por isso nós recomendamos que você planeje a realização do exame entre 26 a 29 semanas de gestação.

Preparo

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia das Mamas é um importante método auxiliar no diagnóstico das lesões e/ou alterações mamárias. Ela é o principal exame complementar à mamografia. O exame ultrassonográfico informa sobre o estado da pele e dos tecidos subcutâneo, fibroglandular e muscular posterior. Seus melhores resultados são obtidos em mamas muito densas (mulheres jovens), que por suas características podem “esconder” uma lesão. Este método é indicado ainda na diferenciação de lesões sólidas e líquidas (cistos), em processos inflamatórios e na monitoração de biópsias e punções aspirativas.

Preparo para a Ultrassonografia

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores de mamografia, ultrassonografia e ressonância magnética das mamas, pedimos a gentileza de trazê-los. Se você já realizou biópsia de mama, traga também o resultado do estudo anatomopatológico e o exame que orientou o procedimento. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

Se o seu exame físico e/ou os diagnósticos por imagem mostrarem uma área suspeita na mama, seu médico pode indicar uma biópsia. Isto não significa necessariamente a presença de tumores malignos. A biópsia de mama pode ser realizada ambulatorialmente, sem internação e sem pontos, apenas com anestesia local. É o que chamamos de biópsia minimamente invasiva. A biópsia de mama ambulatorial pode ser feita por dois métodos: Core Biopsy ou Mamotomia (Biópsia Percutânea Assistida a Vácuo), ambos guiados por ultrassonografia ou por estereotaxia. A escolha do método dependerá do padrão da lesão.

Preparo para a Biópsia de Mama

  • Pedimos a gentileza de trazer exames anteriores de mamografia e ultrassonografia das mamas – principalmente o exame que indicou o procedimento – para que se faça uma avaliação.
  • Caso você já tenha realizado biópsia de mama, traga também o resultado do estudo anatomopatológico e o exame que orientou o procedimento.
  • Ressaltamos que estamos à sua disposição para esclarecer qualquer dúvida.

As punções são realizadas para diagnóstico de doenças, lesões e/ou alterações orgânicas, desde as mais simples até as mais complexas. O procedimento consiste na remoção de uma amostra de células do organismo. Após a coleta, o material é identificado e enviado para a análise microscópica, que é realizada por um especialista – o patologista -, médico responsável pela análise citopatológica e pelo laudo que, na maioria das vezes, define o diagnóstico final. A Punção Aspirativa por Agulha Fina (PAAF) de mama consiste na aspiração de pequenas amostras líqüidas ou sólidas de nódulos. A punção é praticamente indolor e pode ser realizada com auxílio da ultrassonografia, se a lesão não for palpável. Este método apresenta como vantagem a possibilidade de se realizar a punção em movimentos multidirecionais.

Preparo e orientações para PAAF de Mama guiada por Ultrassonografia:

  • Pedimos a gentileza de trazer exames anteriores de mamografia e ultrassonografia das mamas – principalmente o exame que indicou o procedimento – para que se faça uma avaliação. Caso você já tenha realizado este tipo de punção traga também o resultado do estudo citológico e o exame que orientou a punção.

As punções são realizadas para diagnóstico de doenças, lesões e/ou alterações orgânicas, desde as mais simples até as mais complexas. O procedimento consiste na remoção de uma amostra de células do organismo. Após a coleta, o material é identificado e enviado para a análise microscópica, que é realizada por um especialista (patologista), médico responsável pela análise citopatológica e pelo laudo que, na maioria das vezes, define o diagnóstico final. A Punção Aspirativa por Agulha Fina (PAAF) consiste na aspiração de pequenas amostras líquida ou sólida do nódulo. A punção é praticamente indolor e será orientada por ultrassonografia. Este método apresenta como vantagem a possibilidade de se realizar a punção em movimentos multidirecionais.

Preparo e orientações para PAAF de Tireóide guiada por Ultrassonografia:

  • Pedimos a gentileza de trazer exames anteriores da região a ser examinada – principalmente o exame que indicou o procedimento – para que se faça uma avaliação. Caso você já tenha realizado este tipo de punção, traga também o resultado do estudo citológico e o exame que orientou o procedimento.
  • A avaliação será feita por um médico especialista, que lhe explicará detalhadamente como será realizado o procedimento, o respectivo preparo, as restrições e as orientações necessárias, esclarecendo eventuais dúvidas que possam surgir.

A Ultrassonografia de Tireóide (US de tireóide) é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesões que possam ocorrer nessa região, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

Preparos para a Ultrassonografia de Tireóide

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.


Ultrassonografia com Doppler Colorido de Tireóide

A Ultrassonografia com Doppler Colorido de Tireóide aliou uma técnica não invasiva, que é a ultrassonografia, com as informações sobre a tireóide e seu respectivo fluxo sanguíneo, introduzindo um elemento dinâmico nos estudos ultrassonográficos ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica da área examinada, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional. Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha. Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

Preparo para a Ultrassonografia com Doppler Colorido de Tireóide

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe.
  • Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A ultrassonografia de pescoço é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesão dos órgãos e estruturas dessa região (tireoide, glândulas salivares e cadeias linfonodais cervicais). É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

Preparo para a Ultrassonografia de Pescoço

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia da Bolsa Escrotal é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações da bolsa escrotal e dos testículos. A ultrassonografia tem se mostrado um método de alta sensibilidade para o diagnóstico das patologias que incidem sobre essa região, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

Preparo para a Ultrassonografia da Bolsa Escrotal

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento


Ultrassom com Doppler Colorido da Bolsa Escrotal

Ultrassonografia com Doppler Colorido da Bolsa Escrotal aliou uma técnica não invasiva, que é a ultrassonografia, com as informações sobre a região escrotal e seu respectivo fluxo sanguíneo, introduzindo um elemento dinâmico nos estudos ultrassonográficos ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica da área examinada, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional. Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha. Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação, e não apresenta efeitos colaterais.

Preparo para a Ultrassonografia com Doppler Colorido de Bolsa Escrotal

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia de Próstata por Via Transretal é um procedimento que se beneficia da menor distância entre o transdutor e a próstata, o que facilita a perfeita visualização, identificação e caracterização das alterações e/ou lesões que possam ocorrer nessa região, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Em tese, o exame por via transretal dispensa a repleção da bexiga, mas no geral, para que se obtenha um diagnóstico mais preciso, incluindo a avaliação da bexiga, este procedimento é precedido de uma investigação por via abdominal. Por esta razão, a repleção da bexiga é essencial, pois desloca as alças intestinais e atua como uma janela para a transmissão das ondas ultrassônicas, facilitando a visualização e avaliação da área a ser examinada. Tão logo essa investigação tenha sido concluída, a bexiga é esvaziada para que se proceda ao exame por via transretal.

Preparo para a Ultrassonografia Pélvica Masculina (Próstata) por Via Transretal

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.


Ultrassonografia Pélvica Masculina (Próstata) por Via Abdominal

A Ultrassonografia de Próstata por Via Abdominal (suprapúbica) é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesões da bexiga, próstata e vesículas seminais, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Para este exame a repleção da bexiga é essencial, pois desloca as alças intestinais e atua como uma janela para a transmissão das ondas ultrassônicas, facilitando a visualização e avaliação da área a ser examinada.

Preparo para a Ultrassonografia Pélvica Masculina (Próstata) por Via Abdominal

Este exame necessita de preparo prévio.
  • Para realizar este exame você deverá tomar água ou outro tipo de líquido não gasoso, observando as seguintes orientações:
    1. de três a 10 anos: beber de três a quatro copos de água 1 hora antes do exame;
    2. acima de 10 anos: beber quatro copos de água 1 hora antes do exame.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia das Articulações, por ser um método acessível, não-invasivo e que não utiliza radiação ionizante, tem se tornado um importante meio de diagnóstico por imagem na avaliação das alterações das estruturas articulares e da musculatura associada à articulação. Pode ser aplicada tanto na propedêutica de grandes articulações como joelhos e quadris quanto no estudo de pequenas articulações como as que compõem os dedos dos pés e das mãos. O procedimento ultrassonográfico é especialmente útil no diagnóstico inicial das lesões degenerativas, no estudo da cartilagem articular – que pode ser examinada em diversas articulações, como quadris, joelhos, tornozelos, ombros, cotovelos, punhos -, na detecção precisa de líquido nos espaços articulares, na investigação e seguimento de doenças articulares inflamatórias, sendo de grande uso ainda na análise e diagnóstico dos cistos sinoviais, os quais podem ser observados em qualquer articulação.

Preparo para a Ultrassonografia

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia de Abdômen Total é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações do fígado, da vesícula biliar, dos rins, do pâncreas, da bexiga, dos grandes vasos, do retroperitônio e, eventualmente, do trato gastrointestinal, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Além do jejum – necessário porque evita que a vesícula biliar se esvazie e permite avaliar de forma adequada órgãos mais profundos – a repleção da bexiga também é essencial, pois desloca as alças intestinais e atua como uma janela para a transmissão das ondas ultrassônicas, facilitando a visualização e avaliação dos órgãos e estruturas da região abdominal.

Preparo para a Ultrassonografia de Abdômen Total

Este exame necessita de preparo prévio.
  • Para a realização deste exame será necessário jejum, conforme as seguintes orientações:
    1. até dois anos de idade: jejum de 3 horas;
    2. de dois a cinco anos de idade: jejum de 4 horas;
    3. de cinco a 12 anos de idade: jejum de 6 horas;
    4. acima de 12 anos: jejum de 8 horas.
  • Não há necessidade da suspensão de medicações, contanto que sejam tomadas com água. Mesmo que você já tenha feito cirurgia da vesícula o jejum continua sendo obrigatório.
  • Para a repleção da bexiga você deverá tomar água ou chá, observando as seguintes orientações:
    1. – menores de três anos: ingerir uma mamadeira de água ou chá ou dois copos de água 30 minutos antes do exame;
    2. – de três a 10 anos: beber de três a quatro copos de água 1 hora antes do exame;
    3. – acima de 10 anos: beber quatro copos de água 1 hora antes do exame.
  • Caso tenha alguma dificuldade na ingestão ou na retenção do líquido, deixe para beber a água na clínica. Para isso, chegue com 30 minutos de antecedência.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe.
  • Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.


Ultrassonografia de Abdômen Superior

A Ultrassonografia de Abdômen Superior é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações do fígado, pâncreas, vesícula biliar, vias biliares, baço, aorta e veia cava inferior, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Para a realização desse exame é necessário o jejum porque evita que a vesícula biliar se esvazie e permite avaliar de forma adequada órgãos mais profundos, como o pâncreas e a aorta.

Preparo para a Ultrassonografia de Abdômen Superior

Este exame necessita de preparo prévio.
  • Para a realização deste exame será necessário jejum, conforme as seguintes orientações:
    1. até dois anos de idade: jejum de 3 horas;
    2. de dois a cinco anos de idade: jejum de 4 horas;
    3. de cinco a 12 anos de idade: jejum de 6 horas;
    4. acima de 12 anos: jejum de 8 horas.
  • Não há necessidade da suspensão de medicações, contanto que sejam tomadas com água. Mesmo que você já tenha feito cirurgia da vesícula o jejum continua sendo obrigatório.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia com Doppler Colorido de Carótidas e Vertebrais aliou uma técnica não invasiva, que é a ultrassonografia, com as informações sobre as carótidas e seu respectivo fluxo sanguíneo, introduzindo um elemento dinâmico nos estudos ultrassonográficos ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica da área examinada, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional. Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha. Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

Preparo para a Ultrassonografia

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia de Rins e Vias Urinárias é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesões que possam ocorrer nessa região, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Para este exame a repleção da bexiga é essencial, pois desloca as alças intestinais e atua como uma janela para a transmissão das ondas ultrassônicas, facilitando a visualização e avaliação da área a ser examinada.

Preparo para a Ultrassonografia

Para realizar este exame você deverá tomar água ou outro tipo de líquido não gasoso, observando as seguintes orientações: – menores de três anos: ingerir uma mamadeira de água ou chá ou dois copos de água 30 minutos antes do exame; – de três a 10 anos: beber de três a quatro copos de água 30 minutos antes do exame; – acima de 10 anos: beber quatro copos de água 1 hora antes do exame.
  • Caso tenha alguma dificuldade na ingestão ou na retenção do líquido, deixe para beber a água na clínica. Para isso chegue com 1 hora de antecedência.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A ultrassonografia da região inguinal é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesões que possam ocorrer nessa região, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

Preparo para a Ultrassonografia da Região Inguinal

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia com Doppler Venoso/Arterial de Membros Superiores e Inferiores aliou uma técnica não invasiva, que é a ultrassonografia, com as informações sobre essa região e seu respectivo fluxo sanguíneo, introduzindo um elemento dinâmico nos estudos ultrassonográficos ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica da área examinada, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional. Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha. Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

Preparo para a Ultrassonografia com Doppler Colorido Venoso/Arterial de Membros Superiores e Inferiores

Este exame não necessita de preparo prévio.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

A Ultrassonografia com Doppler Colorido de Aorta e Ilíacas aliou uma técnica não invasiva, a ultrassonografia, com as informações sobre as artérias aorta e ilíacas e seu respectivo fluxo sanguíneo, introduzindo um elemento dinâmico nos estudos ultrassonográficos ao permitir a investigação detalhada e não invasiva da hemodinâmica da área examinada, que pode ser avaliada quantitativa e qualitativamente, não só do ponto de vista morfológico, mas também funcional. Nessa cartografia dinâmica, o sentido do fluxo é codificado pelas cores azul e vermelha. Esta imagem em cores é sobreposta à imagem em escala de cinzas no plano bidimensional da ultrassonografia em tempo real, permitindo identificar o fluxo e o sentido do sangue. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Para este exame é necessário jejum, para que se possa avaliar de forma adequada estruturas mais profundas.

Preparo para a Ultrassonografia com Doppler Colorido de Aorta e Ilíacas

Este exame necessita de preparo prévio.
  • Para a realização deste exame será necessário jejum de oito horas. Não há necessidade da suspensão de medicações, contanto que sejam tomadas com água.
  • Na véspera do exame tomar 35 gotas de Simeticona (75mg/ml) de 8/8horas. No dia do exame 1 hora antes, o paciente devera tomar 60 gotas de Simeticona (75mg/ml).
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe.
  • Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

O que é?

O Ecocardiograma Fetal é um ultrassom bem parecido com os outros já realizados pela mãe durante a gestação. A diferença é que este exame é específico para avaliar se o coração do bebê está se desenvolvendo adequadamente e se apresenta uma função normal. O Ecocardiograma fetal complementa a avaliação do ultrassom morfológico, pois é realizado por um cardiologista pediátrico com especialização nesta área da medicina.

Qual a importância?

É importante para detectar se há alguma doença congênita, uma vez que se descoberta precocemente e necessitar de intervenção cirúrgica após o parto, fará com que o médico recomende um hospital com infraestrutura necessária ao atendimento imediato do seu bebê após o nascimento. Ou, quando possível e necessário, tratar ainda no útero certas doenças cardíacas fetais.

Quando fazer?

A Sociedade Brasileira de Cardiologia recomenda que esse exame seja realizado de rotina no pré-natal em todas as gestações. Este exame pode ser realizado a partir da 18ª semana, mas a melhor época é com 28 semanas de gestação, podendo ser realizado até o fim da gravidez, porém as imagens poderão obtidas com mais dificuldade.

Como é feito?

A gestante não precisa de nenhuma preparação prévia para a realização do exame. É um exame indolor onde o médico colocará um gel na barriga da mamãe e através de um aparelho são geradas imagens do bebê dentro do útero. O exame dura cerca de 30 minutos, mas esse tempo pode ser menor caso o médico consiga verificar os dados de que precisa rapidamente ou mesmo maior se houver dificuldade na visualização das imagens. Agende agora o Ecocardiograma Fetal do seu bebê!

A Ultrassonografia Pélvica Feminina por Via Abdominal (suprapúbica) é um procedimento não invasivo, utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesões dos órgãos pélvicos – bexiga, útero e ovários -, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas. É um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais. Para este exame a repleção da bexiga é essencial, pois desloca as alças intestinais e atua como uma janela para a transmissão das ondas ultrassônicas, facilitando a visualização e avaliação da área a ser examinada.

Preparo para a Ultrassonografia

Este exame necessita de preparo prévio.
  • Para realizar este exame você deverá tomar água ou outro tipo de líquido não gasoso, observando as seguintes orientações:
  • – menores de três anos: ingerir uma mamadeira de água ou chá ou dois copos de água 30 minutos antes do exame;
  • – de três a 10 anos: beber de três a quatro copos de água 1 hora antes do exame;
  • – acima de 10 anos: beber quatro copos de água 1 hora antes do exame.
  • Caso tenha alguma dificuldade na ingestão ou na retenção do líquido, deixe para beber a água na clínica. Para isso, chegue com cerca de 30 minutos de antecedência.
  • Procure usar roupas confortáveis, preferencialmente de duas peças.
  • Caso tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precoces e evita, muitas vezes, a realização de incidências adicionais.
  • Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento.

Ficou com dúvidas?

Entre em contato com a gente!

Podemos te ajudar?