Infecção Urinária na Gravidez: sintomas, diagnóstico e tratamento

São incontáveis os problemas que a mulher fica mais suscetível a ter durante a gravidez, e, um deles é a infecção urinária. A princípio, a infecção urinária na gravidez não traz grandes riscos para o bebê, no entanto, quando não tratada, pode implicar no parto prematuro ou até mesmo no aborto espontâneo.

Neste ARTIGO você conhecerá quais são os principais sintomas, como é feito o diagnóstico e os possíveis tratamentos para a infecção urinária durante a gravidez.

Sintomas

É importante que todas as mulheres saibam que a infecção urinária durante o período de gestação pode ser assintomática, por isso, é recomendável fazer exames de urina durante a gravidez para que se possa detectar qualquer bactéria que eventualmente esteja no trato urinário.

Quando os sintomas aparecem, eles são caracterizados pela:

  • Queimação e/ou dor ao urinar;
  • Dor na pelve;
  • Sensação alternada de quente/frio;
  • Vontade constante de urinar;
  • Cheiro forte na urina;
  • Sangue na urina;
  • Pus na urina;
  • Dor durante a relação sexual.

A vontade constante de urinar e a sensação de peso na bexiga são relativamente comuns durante a gravidez, o que exige atenção da gestante, especialmente em relação aos outros sintomas.

Diagnóstico

O diagnóstico preciso da infecção urinária durante a gravidez pode ser feito com a realização do exame de urina simples. Existe ainda, um teste caseiro que pode ser obtido em uma farmácia. Neste caso, a mulher pode realiza-lo sem a necessidade de acompanhamento médico. Todavia, é importante que o obstetra ou o ginecologista sejam comunicados sobre algum desconforto o quanto antes, para evitar complicações durante a gestação, decorrentes da infecção.

Tratamento

Uma vez obtido o diagnóstico de infecção urinária durante a gravidez, o tratamento é feito com administração de antibióticos. Mas quando se trata de uma pielonefrite (inflamação nos rins), que é um quadro mais grave de infecção urinária, a atenção deve ser redobrada e o tratamento tem que ser minuciosamente orientado e acompanhado por um médico, pois muitas vezes envolve o uso de antibióticos que são aplicados de maneira intravenosa e a internação da paciente por pelo menos 48 horas, até que passe o estado febril e que os sintomas da infecção desapareçam. Embora a pielonefrite seja menos comum, ela afeta um número considerável de mulheres durante a gestação.

 

Referências

https://brasil.babycenter.com/a1500658/infec%C3%A7%C3%A3o-urin%C3%A1ria-na-gravidez

https://www.tuasaude.com/infeccao-urinaria-na-gravidez/

https://www.mdsaude.com/2011/11/infeccao-urinaria-gravidez.html

http://www.guiadobebe.com.br/infeccao-urinaria/

http://www.gentside.com.br/pielonefrite/pielonefrite-aguda-tratamento-na-gravidez-o-que-e-pielonefrite_art6044.html

https://www.mdsaude.com/2009/01/pielonefrite-infeccao-dos-rins.html

WhatsApp chat