As punções são realizadas para diagnóstico de doenças, lesões e/ou alterações orgânicas, desde as mais simples até as mais complexas. O procedimento consiste na remoção de uma amostra de células do organismo. Após a coleta, o material é identificado e enviado para a análise microscópica, que é realizada por um especialista (patologista), médico responsável pela análise citopatológica e pelo laudo que, na maioria das vezes, define o diagnóstico final.

A Punção Aspirativa por Agulha Fina (PAAF) consiste na aspiração de pequenas amostras líquida ou sólida do nódulo. A punção é praticamente indolor e será orientada por ultrassonografia. Este método apresenta como vantagem a possibilidade de se realizar a punção em movimentos multidirecionais.

Preparo e orientações para PAAF de Tireóide guiada por Ultrassonografia:

  • Pedimos a gentileza de trazer exames anteriores da região a ser examinada – principalmente o exame que indicou o procedimento – para que se faça uma avaliação. Caso você já tenha realizado este tipo de punção, traga também o resultado do estudo citológico e o exame que orientou o procedimento.
  • A avaliação será feita por um médico especialista, que lhe explicará detalhadamente como será realizado o procedimento, o respectivo preparo, as restrições e as orientações necessárias, esclarecendo eventuais dúvidas que possam surgir.