O que você precisa saber antes de fazer seu Ultrassom

O que você precisa saber antes de fazer seu Ultrassom

A primeira reação de uma mulher quando fica gestante é pensar em fazer o primeiro ultrassom. O ultrassom na gravidez é muito importante e seu papel é fundamental para saber se está tudo certo com a futura mamãe e seu bebê, que está se desenvolvendo, porém sempre surge dúvidas de quando fazer e o porquê de cada um.

 

Como funciona o Ultrassom?

As ondas sonoras que o aparelho emite se chocam com a parte sólida que encontra pela frente, é assim que se formam as imagens. Esse exame é inofensivo para a mamãe e o bebê, então fique tranquila.

 

Qual a função do Ultrassom na Gravidez?

Normalmente é aconselhado desde o início da gravidez por várias razões. Primeiro para saber se a gravidez está no lugar certo (intra útero) ou se trata de uma gravidez ectópica, depois para avaliar o período da gestação (idade gestacional), a quantidade de fetos e a presença da atividade cardíaca. Após este início, o ultrassom é feito para acompanhar o desenvolvimento do feto, avaliação da placenta e líquido amniótico para saber se a gestação está evoluindo normalmente. É importante saber o tempo ideal para se fazer o primeiro ultrassom, pois se for feito antes da hora, pode não detectar a gravidez e provocar preocupações desnecessárias na gestante e nos familiares.
O exame é indicado somente a partir da 5º semana de gravidez, nesse período já dá para ver o saco gestacional, embrião (em torno de 0,9mm) e a vesícula vitelínica que faz às vezes da placenta no início da gestação e constatar a atividade cardíaca.

 

Ultrassom 3D e 4D

O ultrassom 3 e 4 D é uma forma dos pais conhecerem com mais detalhes o rostinho do seu
bebê. O melhor período para fazer o ultrassom 4D é entre 26 e 32 semanas. Se feito antes, pode
não mostrar o bebê tão detalhado, e depois desse período a futura mamão corre o risco de não
ver o bebê com esses detalhes, pois o espaço começa a ficar cada vez mais apertado no útero.

 

Quando fazer o Ultrassom na Gravidez?

A partir de 5 semanas: Já é possível visualizar e ouvir os batimentos cardíacos do embrião;
Entre 11 e 14 semanas: Morfológico do primeiro trimestre. Este exame faz um
rastreamento de possíveis malformações e síndromes (por exemplo a Síndrome de Down);
Com 17 semanas: identificação do sexo do feto;
Com 21 e 25 semanas: Morfológico do segundo trimestre, neste exame é verificado
cada parte mínima do bebê, o tamanho, idade gestacional exata e até a quantidade de dedinhos.
Também consegue-se verificar a presença dos órgãos internos como bexiga, estômago, rins.
Verificamos o posicionamento do coração e através deste exame podemos identificar possíveis
alterações morfológicas;
A partir de 26 semanas: É indicado fazer o ultrassom 4D;
A partir de 28 semanas: Obstétrico com Doppler Colorido. Exame essencial para
detectar predisposição do feto a restrição do crescimento fetal intra útero e também o risco
materno para desenvolver pré eclampsia;
Com 33 semanas: O ultrassom nessas semanas, identifica se o bebê está adequado para a idade
gestacional e principalmente a posição do feto dentro do útero.

Qualquer dúvida entre em contato com seu médico, pois somente ele pode te informar se está
no momento certo de fazer o exame. Para conhecer mais sobre os exames realizados pela Climed, clique aqui.