12 dicas certeiras para proteger seu bebê da gripe

12 dicas certeiras para proteger seu bebê da gripe

12 dicas certeiras para proteger seu bebê da gripe: Ver o filho doente é uma das piores coisas que existem e nesses momentos temos uma sensação de tristeza por ver nossos pequeninos sofrendo, não é mesmo? Por isso é tão importante prevenir as doenças e criar hábitos saudáveis para as crianças. Fortalecendo sua imunidade, muitos problemas serão evitados. Neste artigo de hoje, vamos mostrar 12 dicas certeiras para proteger seu bebê da gripe e que vão ajudar seu filho a ter uma saúde de ferro. Venha conferir!

Como já diz o velho ditado “é melhor prevenir do que remediar”, por isso nada melhor do que prevenir os nossos pequenos da gripe.

  • 1. Ofereça líquidos para o pequeno: A hidratação é importante para prevenir infecções urinárias e deixar os canais aéreos das crianças umedecidos, ajudando a evitar alergias e irritações, que podem surgir por causa do tempo. Lembre-se sempre de dar água, sucos naturais e água de coco. Ensine – o a se hidratar sempre, assim ele manterá o hábito quando você não estiver por perto, na escola, por exemplo.
  • 2. Garanta uma boa alimentação: Alimentos como frutas, carnes, legumes e verduras são alimentos ricos em nutrientes e que garantem a saúde de qualquer pessoa. Por isso, ofereça sempre comidas saudáveis ao seu filho. Inclua também na alimentação alimentos ricos em vitamina C, como laranja, acerola, limão, brócolis e espinafre, pois eles ajudam a deixar a imunidade mais forte. Se houver resistência na hora de consumir alguns itens, você pode fazer apresentações lúdicas para estimular o consumo.
  • 3. Acostume o pequeno a lavar as mãos: Ensine seu filho a importância de higienizar bem as mãos, antes das refeições, após usar o banheiro, na hora de escovar os dentes, depois de brincar. Essa prática ajuda a evitar o contágio de doenças e seu filho deve-se acostumar a ela. Músicas e vídeos interativos podem ajudar na estimulação.
  • 4. Limpe bem o nariz do seu filho: Alergias e problemas respiratórios podem acometer as crianças no outono, por isso é fundamental limpar bem o nariz, desobstruindo as vias áreas e hidratando-as. O soro fisiológico é uma excelente medida, só fique atenta à forma de aplica-lo. Em caso, de dúvidas, converse com o pediatra do pequeno para saber qual é a melhor maneira de usar o soro.
  • 5. Tente evitar grandes variações de temperatura: A vida é corrida e sabemos que nem sempre é possível. Mas quando puder escolher, evite sair com seu filho desagasalhado no começo da manhã ou quando estiver anoitecendo, períodos em que a temperatura costuma ser mais baixa no outono. Também se atente quando expor a criança ao ar-condicionado do carro nos dias mais quentes.
  • 6. Agasalhe com cautela: A melhor opção é vestir o filhote em camadas, assim eles podem tirar ou colocar as peças de acordo com o tempo e assim não correm o risco de desidratar, devido ao excesso de roupa.
  • 7. Cuide da limpeza da casa: Verifique que tudo esteja limpo e bem higienizado dentro de casa. Mofos e ácaros podem prejudicar a saúde das crianças.
  • 8. Aproveite o sol pela manhã: A vitamina D, ajuda a fortalecer a imunidade, por isso, o ideal é que a criança aproveite o sol da manhã, que é mais seguro até às 10 horas, além de brincar ao ar livre e se exercitar também auxilia na boa saúde dos pequenos.
  • 9. Fique atenta às vacinas: Verifique se o pequeno tomou as vacinas necessárias e mantenha sua carteirinha sempre atualizada. Além de cuidar da saúde do seu filhote, você também estará fazendo um bem para a sociedade: evitando que mais crianças fiquem doentes, e ajudando a diminuir a mortalidade infantil. Previna sempre!
  • 10. Garanta que seu filho durma bem: Como vocês sabem, essa é uma das partes mais desafiadoras, por diversos motivos, nem sempre é fácil fazer com que a criança tenha uma boa noite de sono. O ideal é criar uma rotina para que ela se acostume a ter uma boa noite de sono faz com que as crianças recarreguem as suas energias e tenham uma vida mais saudável.
  • 11. Evite lugares fechados: Evite levar seu filho doente para a escola para evitar a transmissão do vírus, evite lugares fechados e com aglomerações de pessoas e procure evitar o contato com pessoas que estejam gripadas.
  • 12. Use máscara se estiver amamentando: Se a mãe estiver gripada, use máscara. Ainda não se sabe se a gripe pode ser transmitida pelo leite materno, portanto, se seus sintomas forem muito graves e o pediatra do seu filho liberar, pode continuar amamentando durante a gripe. Nesta fase, é aconselhado usar uma máscara de proteção, elas são vendidas em farmácias. Isso ajuda a diminuir os riscos de o bebê ficar gripado.